Música – Show Marcelo Camelo

by

marcelo_sou

 

Desde que estreou seu show solo em Recife, em setembro deste ano, eu venho aguardando com muita ansiedade e curiosidade esta apresentação. Por lá, o show foi um sucesso e dizem que a fascinação Los Hermanos havia passado pro Camelo. Fascinação esta que lota os shows e faz todos decorarem as letras de um disco que acabara de ser lançado. Quando vi que a turnê ia passar por BH fiz questão de não ler mais nada sobre o show afim de manter a surpresa. Pensei comigo: “surpreenda-me Marcelo!” Foi então que um amigo me falou ‘você leu sobre o show do Camelo em SP?‘, arrebatador, pensei, ‘não! Fraquíssimo!!‘ Eu dei risada. Por mais que naquela noite alguma coisa pudesse ter saído errado este comentário apócrifo não ia tirar 1% sequer da minha expectativa com o show. Logo depois li no jornal ‘Se em SP Camelo foi recebido com certa frieza, no Rio, em casa, a história foi outra‘. Basta! Não quero saber mais nada, vamos aguardar o grande dia.

E finalmente chegou, foi ontem! O Palácio das Artes lotado clamava por Camelo. Belo Horizonte veio em peso prestigiar um amigo que andava sumido. E estávamos com saudade… O show começou com Marcelo sozinho ao violão tocando a 3a faixa do disco, ‘Passeando‘. Em seguida os paulistas do Hurtmold, banda que acompanha todos os shows, entram em cena para ‘Téo e a Gaivota‘ e ‘Tudo Passa‘.

Daí pra frente a alegria é geral, o público tem todas as letras na ponta da língua e a banda vai passeando pelos seus já clássicos com desenvoltura e tranquilidade. Uma boa surpresa do show é que o próprio Marcelo Camelo é quem faz as guitarras e violões principais de todas as músicas. Me lembro de certa vez quando me decepcionei com Chico Buarque porque descobri que aqueles arranjos maravilhosos, ao vivo, não era ele quem tocava e sim Luís Cláudio Ramos. Chico se limitava aos vocais e ao acompanhamento. Marcelo não, ataca de riff, de solo e de tudo mais. No palco até tem outra guitarra mas esta é tão discreta que quase passa despercebida.

A cantora Mallu Magalhães, como era de se esperar, não veio dar uma canja no show de BH mas confesso também que não fez falta. E é claro que ‘Janta‘ foi um dos pontos altos da noite. Assim como a minha preferida ‘Doce Solidão‘ que lembrou os tempos de ‘O Vencedor‘ do Los Hermanos em que o artista dá o sinal e a platéia se encarrega de cantar quase que a música toda. Em outro momento Marcelo comentou sobre a oportunidade de ver o show depois pelas filmagens que o próprio público coloca na internet mas ressaltou que a experiência do momento jamais era transmitida via código binário. Em seguida disse ‘o mundo acordou mais bonito hoje‘ se referindo à vitória de Barack Obama para presidência dos Estados Unidos.

marcelocamelo

Tentativa de registrar a noite com meu celular

Então o show estava chegando ao fim e vieram aquelas que realmente iriam emocionar. Do legado dos Los Hermanos tocou ‘Poisé‘, ‘Morena‘ e ‘Santa Chuva‘. Estas três eu já sabia que iriam rolar (porque eu não dou conta e biquei no jornal sobre o show de Recife), mas as próximas, eu não estava preparado. Marcelo saiu do palco, enquanto sua banda viajava numa psicodelia de uns 10 minutos instrumentais, e ouviu o público desesperado pedindo seu retorno. No biz veio a melhor música do Los Hermanos, mas desta vez só no violão, ‘Além do que se vê‘. Acho que além de mim, ninguém estava preparado praquilo e as pessoas cantavam gritando no momento mais bonito da noite. Na parte que diz “e a banda diz, assim é que se faz” o Hurtmold entrou e o Palácio das Artes quase veio ao chão.

Em seguida tocaram ‘Copacabana‘ do Camelo e este ingenuamente se despediu da cidade encerrando o show. O público, que a esta altura já havia abandonado seus lugares e transformado o teatro em festa, não arredou o pé e em palmas chamou o barbudo de volta.

Camelo voltou sozinho e tocou ‘Casa Pré-Fabricada‘, música sua do disco Bloco do Eu Sozinho gravada também por Maria Rita. Enfim veio a saideira. Antes ele discursou sobre a felicidade de tocar violão, de fazer de cada noite uma experiência única e disse que iria tocar uma música que não tinha ensaiado e que seria a primeira vez a executá-la sozinho, tocou, também do Los, ‘É de Lágrima‘.

Sozinho entrou, sozinho se foi. Como na letra de Doce Solidão ‘posso estar só, mas sou de todo mundo‘. Após 10 minutos de aplausos, como quem pensa, ‘Será que toco mais uma?’ Marcelo Camelo criou coragem levantou do seu banquinho e foi embora. E a certeza que ficou na minha cabeça, além da felicidade de viver aquilo tudo, é que, se houver um show de retorno(*) (como teve o de despedida) eu não perco nem fu…!


* – LH

Tags: , , , , , ,

6 Respostas to “Música – Show Marcelo Camelo”

  1. William Amarante Says:

    Cara vc descreveu o show “quase “perfeitamente …eu digo “quase “pq vc fala todos os detalhes,tim…tim…por tim…tim …. mais so quem esteve la ontem a noite q sabe uq passamos …
    valew …….LH

  2. clarice Says:

    o show foi muito bom, o marcelo é o cara …
    … ainda é estranho ve-lo fora do quarteto … sai do show com uma percepição de que não é so o público que sente falta dos hermanos mas o Marcelo também.

  3. Hugo Martins Says:

    Cara, foi como ver o show denovo, só que sentado aqui no PC…

    Muito bem descrito, principalmente

    ‘Após 10 minutos de aplausos, como quem pensa, ‘Será que toco mais uma?’ Marcelo Camelo criou coragem levantou do seu banquinho e foi embora.’

    Foi isso mesmo… ele quaaaaaaaaaaaaaaaaaase sentou denovo… mas se foi!!!

    Excelente o show, recomendo o CD e o SHOW a todos!

    Abrs….

  4. Leticia Says:

    Ate arrepiei! Foi lindo mesmo, eu sou fã dos Hermanos, mas ainda nao tinha procurado o trabalho solo do Camelo. Nao esperava q o disco estaria na “ponta da lingua” da galera, me impressionou muito! E me impressionou tbm como ele tem presença de palco, em uma simplicidade extrema. Ele é carismático sendo o que ele é, sem fazer média! Deu pra ver o quanto ele tava curtindo tocar alí, tava tao a vontade q nem pensei q ele ia embora…

  5. Flávia Says:

    Adoro os Los Hermanos, mas após assistir a esse show digo que Camelo nao fica para trás. Foi Maravilhoso o show dele, exceto por alguns acontecimentos pessoais, pois poderia ter sido muito melhor para mim.

    O Camelo foi brilhante!!!!
    Gostinho de quero mais…

  6. lais Says:

    simplemsente amei tudo isso ai que vc escreveu do show. ele vai gravar o dvd em salvador, to esperando que seja o triplo do primeiro show dele só aqui 🙂

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: