A Resistência do Professor

by

teacher

Quem olha a figura raquítica, careca e de voz suave que circula pela PUC não imagina o titã do qual se trata. Um dinossauro testemunha de outra época que tenta hoje, com sua força e persistência, não deixar o ensino ser banalizado.

O professor João Batista da disciplina Resistência dos Materiais muitas vezes é polêmico e taxado como chato por seus métodos antiquados. Inibe murmurinhos na sala de aula, exige atenção e também que o aluno não só copie a matéria como faça os exercícios propostos. Até aí nada errado, talvez o problema esteja na forma de falar, quase como se  fala com uma turma de primário. E muitas vezes parece mesmo. “-Você aí de braços cruzados, vamos tirar o caderno e copiar? O aluno na sala de aula tem que tomar nota das explicações e em casa revisar no livro texto.“, dizia.

A disciplina Resistência dos Materiais não é o que se pode chamar de “uma delícia“, quanto mais para uma turma de Eletrônica. Com isso o nível de interesse pelas monótonas aulas é bem baixo. Some a dificuldade da matéria, com desinteresse geral e um professor algoz, teremos então um problema. Esta combinação costuma ceifar muitas vidas no final do semestre e torna a matéria uma pedra no caminho de qualquer um que almeje a formatura. Quem passa agradece a Deus, quem vai repetir pede forças e quem ainda vai enfrentar pede para que, pelo menos, seja outro professor.

Cerca de 2 anos atrás o Batista teve um sério problema de saúde que o impossibilitou de trabalhar. Dizem que foi câncer de próstata. A turma, dividida entre a preocupação com o professor e a saúde do boletim, não sabia se chorava ou comemorava, mas quando um substituto assumiu, não tiveram dúvidas: há males quem vem para o bem. Foi então que, numa sexta-feira 13 (devia ser), como quem volta das trevas para terminar o serviço do ‘coisa-ruim‘, João retornou à sala de aula e re-assumiu a turma.

“-Eu não acreditei quando o Véi voltou, e voltou regaçando!! Me deu pau ainda!” – Lembrou um aluno.

Hoje em 2008 resolvi enfrentá-lo e matriculei na disciplina. Tudo corria conforme previsto até que um dia, um e-mail da coordenação chegou dizendo que, por problemas de saúde o professor teria que abandonar as aulas do semestre. Foi uma algazarra. As pessoas interpretaram aquilo como uma chance vinda dos céus para aquela turma eliminar mais uma pedra do caminho. Porém as comemorações cessaram quando chegou a notícia de que desta vez ele teve um AVC. Coisa séria. Tomara que fique bom, mas que seja no próximo semestre.

15 dias depois do ocorrido o professor substituto jogou uma bomba no ar: “Gente! O Batista já teve alta e tá doido pra voltar!!“.

-Não brinca com isso professor!!

-Não joga praga!!

-Deixa ele descansar!

-Manda ele fazer caminhada!

-Manda ele jogar dama…

Foram alguns dos comentários que rolaram, além de outros menos simpáticos que, por respeito, é melhor omitir.

Na última aula um amigo me disse: “Vi o Batista hoje, lá no LifeCenter!(*).” E aí? – perguntei, “Tá ruim das pernas?“. “Nada! Tava junto da esposa carregando duas sacolinhas de plástico em cada mão e subindo escada.

É meu amigo, a chance de passar está aí e vamos fazer o máximo possível para aproveitá-la. Aos colegas do próximo semestre (que eu não esteja entre eles) ficam quase que os pêsames porque a besta vai voltar insana e tirando o atraso.

(*) Hospital.

Tags: ,

2 Respostas to “A Resistência do Professor”

  1. Flávia Says:

    ÓTIMO!!!!!! Morri de rir….
    Espero mesmo que vc não esteja no próximo semestre dinovo enfrentando o titã!
    Que bom que ele se recuperou, mas ele pode descansar e aguardar o próximo semestre. Não precisa voltar nesse não, afinal de contas dezembro já está aí.

  2. Bárbara Says:

    hahahahahahahaha
    vitalzin eh comedia demaissss

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: