Música – Paralamas no Palácio

by

Estava eu a folhear o caderno de cultura do Estado de Minas quando me deparo com a figura simpática de Herbert Viana e companhia. Senti cheiro de fumaça no ar. Bobo que não sou tratei de debulhar a reportagem e no texto encontrei duas palavrinhas muito interessante: show e gratuito. Cuma?? Não, não é verdade. Leia novamente. “O show em que ele (Herbert) e Os Paralamas do Sucesso receberão convidados como Gilberto Gil será realizado domingo, com entrada franca, no Grande Teatro do Palácio das Artes.

divirtase_para1

Cacete de agulha!!! Show do Paralamas de graça e ninguém fala nada, como assim??? Acho que foi estratégia da produção. No jornal não falava nada de ingresso tão pouco dava detalhes mas aquelas palavrinhas foram o suficiente para gerar o caos. Passei de tarde no Palácio e uma guria me disse: “ingresso tá esgotado moço, desde sexta. E acabou tudo com 2 horas, mas vão colocar telão do lado de fora pra quem quiser ver“. Interessante, telão? Quem sabe, às vezes é uma boa.

Telão no saguão do Palácio das Artes

Telão no saguão do Palácio das Artes

Chegamos então às 19:30 no local e encontramos um princípio de tumulto. Parece que algumas pessoas (mesmo com ingresso que trocaram por alimento não-perecível) não puderam entrar. Enquanto a fila brigava tratei de me acomodar no banco e escolher um bom ângulo para curtir o espetáculo. Rapidamente chegou uma latinha de cerveja e então o show ficou perfeito. Melhor até (será?) do que lá dentro. Descobri que o infeliz que teve essa idéia de telão, na verdade, foi muito feliz. Deveriam fazer isso com todos os shows. No futuro podem até cobrar ingresso. Quando for comprar você escolhe: Platéia I, Platéia II, Saguão… E lá você tem toda a comodidade dos serviços ambulantes (cerveja, refri, bala, pipoca) e ainda usa o banheiro do Palácio, bom dimais, sem contar que não fica aquela caretice de todo mundo sentadinho em lugar marcado. Lá fora o povo dançou, cantou, aplaudiu e curtiu pra caramba.

O show foi muito bom! Ê saudade do Paralamas que eu tava e o repertório foi caprichado nos clássicos. Acho que qualquer música que eles tocassem seria um clássico e o Gilberto Gil então só coloriu, ainda mais, a festa.

Já a Fernanda Takai, que também estava escalada para participar, deu bolo. Ninguém falou nada então ficou por isso mesmo. Com isso parece que o Gil ampliou sua participação e de improviso (que manda ver como ninguém) deitou e rolou.

Mas como assim show de graça?? Já ia me esquecendo de comentar. A causa era nobre. O show fazia parte de um evento de inclusão do deficiente físico. Era a 3a Jornada de Inclusão da Pessoa com Deficiência e ninguém melhor que o Herbert Viana para fechar a festa e, com seu exemplo de vida e superação, mandar o recado de incentivo para os necessitados e respeito para a sociedade.

Herbert Viana

Herbert Viana

E que respeito.. tempos depois do acidente em que se envolveu (o Herbert) me lembro de ter visto uma reportagem dizendo que a sua parte musical (na cabeça) estava intacta, ou seja, ela poderia um dia voltar a tocar e cantar. Felizmente esse dia veio e até então eu não tinha visto mais o Paralamas. Ele sola, canta, grita e faz a guitarra chorar, bem como boa parte da platéia ao cantar músicas como Cuide bem do seu amor ou os clássicos, Alagados, Meu Erro, Ska, O Beco, Caleidoscópio, Lanterna dos Afogados e por aí vai num sem fim lindo de músicas boas.

Já o Gil cantou com eles (a sua) Novidade, Não Chores Mais e outras. Ficou uma ponta de desejo de show do Gil no ar hein. Quem sabe? Ia ser bacana. E além do mais, como diria o Véi, ele tá precisando mesmo se redimir com o povo. hehe

Gilberto Gil

Gilberto Gil

Tags: , , , , , , , , , ,

2 Respostas to “Música – Paralamas no Palácio”

  1. Mariana Says:

    Muito bacana o seu texto… descontraído…
    Agora, eu fui!=D
    Consegui ficar lá na frente, pertinho do palco, embora de pé.
    Vô te falar uma coisa… e povinho marmoteiro esse, viu?!
    Só animou mesmo da quinta música prá lá!
    Mas depois ficou tudo bem, todo mundo dançou e pulou lá dentro e hoje minhas pernas tão que não me agüentam!
    E, pensando bem, até que você tem razão em relação a assistir pelo telão no saguão. Bem cômodo, né? Como se fosse um camarote
    xD
    Parabéns pelo artigo!
    Um abraço,
    Mariana

  2. Flávia Says:

    Estive lá e no saguão e foi simplesmente: MARAVILHOSO!!!!!!
    Curti horrores…

    … mas o melhor foram as companhias!!
    Adorei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: