Cinema – 12a Mostra de Cinema de Tiradentes

by

tira1

Vamos dizer que, de cinema mesmo, aproveitamos muito pouco, pois só deu pra assistir um filme mas apesar disso a impressão da cidade e do festival foram as melhores possíveis.

Excelente organização, divulgação, produção e conteúdo. Cidade com infra-estrutura adequada de hotéis e restaurantes além de intervenção no trânsito e atrações culturais. Sem esquecer dos passeios de charrete. Por falar nisso, achei bastante desnecessário pintar os cavalos de rosa ou enfeitá-los com plumas e outros adornos de gosto duvidoso. Enfim, acho que R$35,00 podem ser melhor empregados em outras coisas.

dsc02108

dsc02110

O passeio foi legal mas foi corrido. Voltamos com gostinho de quero-mais. O ideal era tirar a semana para entrar no clima da cidade. Você participa de uma oficina de manhã, almoça, pega um filme de tarde, pousada, relaxa, toma uma, dorme, filme de noite depois showzin de graça. No outro dia queima uma carne e dá uma volta, no terceiro dia, começa tudo denovo.

Esses festivais geralmente tem uma programação agitada e diversificada mas, quem dispõe de pouco tempo, tem que escolher bem e sacrificar o resto.

Com relação as oficinas não faço a menor idéia de como funciona ou aonde aconteciam. Já os filmes eram exibidos em dois ambientes, na praça central ou na tenda, tudo de graça.

Na praça havia um telão gigantesco (de cinema mesmo) com som fantástico e cadeiras para um punhado de gente. Como o lugar era aberto, é claro que as cadeiras foram poucas então todos arrumaram o seu cantinho em pé, no chão, ou de longe observando de soslaio.

dsc02109

Na tenda, uma super-estrutura, rolavam vários ambientes. Tinha a sala de projeção, o “lounge” (palavra chic e chata) onde tinha apresentações musicais e o bar.

dsc02115dsc02116dsc02112dsc02111dsc02114

Ao olhar a programação não tivemos a menor dúvida de qual filme assistir, escolhemos a pré-estréia nacional do filme documentário Titãs  – A vida até parece uma festa.

A exibição foi na praça que ficou abarrotada de gente. Durante a tarde uma fina garoa ameaçou estragar a festa mas felizmente de noite o céu abriu e colaborou com o evento ao ar livre. Para fazer a abertura do festival e conversar rapidamente com o diretor do filme chamaram ali, ao vivo, o showman Tuti Maravilha. Ele que anima as tardes belorizontinas à frente do Bazar Maravilha da Rádio Inconfidência. Por falar nisso, durante esta semana de Festival, o programa será inteiramente transmitido Ao Vivo de Tiradentes e pode ser ouvido na rádio Inconfidência (100,9 MHz) ou pela internet no site www.radioinconfidencia.com.br.

dsc00026

Depois do filme todo mundo desceu pra tenda onde ia acontecer um show. Antes do show, boate. Não sou muito fã de boate e além disso estava muito cheio, mas ainda assim deu pra esperar o show começar e tomar uma cervejinha antes de seguir feliz pra casa.

No outro dia, já era hora de voltar, só deu pra curtir um pouco o clima da cidade. Aquele ambiente maravilhoso com cenário histórico, cheio de gente de todo tipo lotando as ruas, bandinha aqui, bandinha ali, violeiros, artistas, fanfarra, botecos, restaurantes, alegria… era quase carnaval.

Resumindo, mesmo sem interagir completamente com o festival, o pouco que aproveitamos já valeu a pena e o passeio como um todo foi “mara”, maravilhoso!

dsc02105

Anúncios

Tags: , , , , , , ,

4 Respostas to “Cinema – 12a Mostra de Cinema de Tiradentes”

  1. Flávia Campos Says:

    Super-recomendado!!!
    Corram que ainda dá tempo, só finaliza dia 31/01/09.

    Vale a pena, viu??!!!!!

  2. Ralfer Says:

    Cara, festivais sempre serão fetivais. Em qualquer lugar do mundo. Lendo seu depoimento sobre os dias inesquecíveis em Tiradentes, recordei-me com muita saudade dos 10 dias em Havana. Tive a oportunidade de curtir o festival em totalidade: fui a abertura, oficinas, entrevistas e por ai vai. Assisti cerca de 10 filmes dos 500 que seriam exibidos durante todos os dias do encontro. Dei preferência pelos filmes Brasileiros (já que em Araxá quase não chegam nenhum). E fizemos bonito na mostra. Só coisa fina rodando nas telinhas cubanas; e é claro, todas as sessões lotadas. Foi legal.

    O esquema de uma mostra como a de Tiradentes, é viver o clima realmente. Se pudéssemos, era tirar uma semana de férias para curtir o mundo da arte. Pode fazer. Vale a pena. Quem sabe nesse ano, você não vai a 31 ediçao do novo festival de cinema latino americano de Havana? É só começar a organizar agora, que vale a pena. Sempre acontece em Dezembro. Abraço grande. Ralfim

  3. Paulo Says:

    Estou fazendo uma materia sobre o Festival de Cinema de Tiradentes, posso usar uma foto sua dando o credito?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: