Música – Em defesa de Mallu

by

mallujoao(*)

Talento precoce sucesso mais ainda, a diversão de muita gente atualmente é apedrejar Mallu Magalhães. Diante deste cenário ergo minha voz em sua defesa.

Tá bom, ela às vezes é um pouco chata, forçada e “intelectual wannabe” além de completamente nonsense nas entrevistas, mas quer saber, qual o problema? Isso não é culpa dela. É culpa de quem viu ali oportunidade de vender jornal, revista ou ganhar pontos de audiência e fica na cola dela. É claro que quem está na chuva é pra se molhar, ou seja, lançou um disco e virou cantora tem que dar entrevista e participar dos programas. O problema é que tudo veio muito rápido, ela não teve tempo sequer de formar uma opinião a respeito disso tudo e do despreparo nasce um terreno fértil para os críticos de plantão.

A primeira entrevista dela que vi foi no Jô Soares e foi muito simpática. Encantadora, talentosa e meiga. Logo depois a coisa explodiu e bum, só dava Mallu pra todo lado. O sucesso foi tanto que acordou a ira dos mal-amados. A entrevista dela é ruim e ela age de forma quase idiota? Sim! Mas é bom lembrar, ela só tem 16 anos e 1 ano de carreira. Tempos atrás  ia pra escola, fazia dever e depois tocava violão, hoje tudo mudou. O que você queria, que ela comentasse a postura de Obama perante a crise ou até que ponto o novo Papa vai ajudar o Cristianismo a se re-erguer? Claro que não! Ela vai falar que ama violão, desenho animado e, não raro, vai dar uma de cult com respostas atravessadas que no fundo denunciam uma alma inexperiente e assustada.

Assisti outra entrevista, desta vez no Altas Horas, e realmente eu não sabia se ria ou mudava de canal mas isso também não é problema. O problema é que Tchubaruba é uma excelente música e tem muito marmanjo que não faz uma melodia daquela.

Ontem num debate um amigo estava babujando e a crucificando ao comentar uma entrevista no programa do João Gordo. Rapidamente outras vozes se levantaram para concordar com ele. Hoje, curioso, assisti a entrevista no YouTube e fui forçado a discordar. É claro que em alguns momentos ela dá preguiça, fala bobagem e quer passar a imagem de descolada intelectual maaaas, mas, mas, mas, mas… Tchubaru-baruba!

(*) Com este óculos e cabelo ela está parecendo Kurt Cobain mas não acho que tenha sido uma homenagem intencional. Pelo menos não por enquanto. Deixa ela ganhar uns anos e o assédio da mídia virar depressão aí quem sabe ela beba daquela fonte. Tomara que não.

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: