Tecnologia – Latitude

by

latitude

“Istrurdia” o Google lançou outro serviço daqueles, o Google Latitude. O serviço mescla funcionalidades de localização com, o já perfeito, Google Maps. O objetivo é, através do seu companheiro querido e inseparável, celular, mostrar no mapa a sua exata localização.

Muito fácil, desde que o aparelho venha equipado com GPS (como agora estão vindo). O problema é localizar aqueles aparelhos que não dispõe do dispositivo. Foi então que veio o pulo do gato, através de um sistema de triangulação de sinal, antena, estação rádio-base, pula pra lá, pula pra cá e dá cambolhata eles conseguem dizer aonde você está. É claro que a margem de erro é bem maior do que a do GPS (que chega na casa dos 10 metros ou menos) mas ainda assim é fantástico.

Com isso a graça do esquema está em utilizar seu celular como GPS (mesmo sem ser) e, tcharam, compartilhar sua localização com terceiros. Aí abre espaço para toda aquela discussão de  privacidade e tal e tal e tal e tal e tal e tal. Eu acho que devíamos discutir, num primeiro instante, os benefícios da tecnologia ao invés de caçar chifre na cabeça de cavalo. Quando lançaram o primeiro celular apareceu uma maré de desafortunados exorcizando o aparelho e hoje, graças a maturidade coletiva, todo mundo aprendeu a utilizar o bichinho e usufruir o que ele trouxe de bom, minimizando o que poderia trazer de ruim.

Ah mas com o celular eu sou obrigado a atender e falar com quem não quero! Tudo bem, mas quando estiver andando na rua, no cafundós do brejo e tiver um infarto e precisar urgentemente pedir ajuda e ligar pro seu pai, mãe, esposa, marido, filho, chefe, polícia, Superman, bombeiro… faça o seguinte, corre pro orelhão ou pra Liga da Justiça e peça ajuda.

Voltemos então ao Latitude. Por enquanto este serviço de compartilhar a minha localização com terceiros ainda não está disponível mas a minha localização pra mim sim. E com isso posso traçar rotas, ver as opções de transporte coletivo e todas aquelas alegrias que já estamos acostumados no desktop.

Legal, mas para saber se o serviço é bom mesmo eu queria uma situação prática, ver na real se funciona ou não. Foi então que me vejo chegando em Vitória no sábado de carnaval com destino a casa de um primo em Jacaraípe e, novidade, não sabia chegar. Perguntei um capixaba filho de Deus que passava por ali, qual direção tomar e ele me deu um caminho tão complexo quanto duvidoso que achei mais sensato perguntar ao meu próprio primo. Ligação feita e esse mais confundiu do que ajudou. “Sempre em frente, sempre em frente” não ajudou muito diante de tantas opções.

Foi aí que, com o celular na mão, apertei o botão Iniciar Google Maps. Wow! Minha localização, num raio de 700 metros, centro de Vitória. Traçar rota, Jacaraípe-Serra. Wow! E assim fui, meio desconfiado, meio cabreiro porém, confirmando cada metro que avançávamos. Tinha que virar rua tal, avenida tal, pegar BR-101, pegar ES-010, Rodovia do Sol e o diabo. O Google ia atualizando nossa localização e com isso podíamos, inclusive, ter certeza de qual via estávamos. Dessa forma com pouco tempo chegamos sãos e salvos ao nosso destino.

A única pendência agora é, uma vez que toda a transferência de dados é tarifada pela operadora, quanto vai custar a brincadeira???

Enfim, gostou? Entra aí: www.google.com.br/latitude e boa viagem.

Anúncios

Tags: , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: