Cinema – Dia dos Namorados Macabro (3D)

by

dianamo3d

Com exceção de uma propaganda enganosa no Hopi Hari, salvo engano, a minha última experiência 3D no cinema foi num filme do Freddy Krueger em mil novecentos e cafundós. Mas foi uma experiência tão podre que, quisera eu não ter que relembrar aquele dia.

Pra começar o filme era de terror, A Hora do Pesadelo, mas, como estávamos na sua 7a ou 8a continuação, os roteiristas já não estavam mais tão inspirados. Pra falar a verdade, com relação a esta série, se fosse apenas do 1 ao 3 já estava bom demais. Assim sendo Freddy Krueger virou muito mais palhaço de circo ou comediante do que um monstro assustador propriamente dito então o terror virou comédia, trash, lixo.

E o efeito 3D? Não foi o filme todo. Apenas a última sequência. Nos 10 minutos finais a personagem do filme coloca os belos óculos (lente azul e vermelha) e isto serve de sinal para que a platéia faça o mesmo. Mas não adiantou, como o resto do filme, os efeitos deixaram a desejar.

Eu tava doido pra conhecer uma fazenda, chamada fazendo Olhos D´Água, mas diz que por lá aparece o tal do Lambisome. tsc tsc tsc, Eu tava doido pra conhecer a nova sala de cinema do BH Shopping que, junto a outras poucas no Brasil, é especialmente desenhada para receber filmes com as novas tecnologias de 3 dimensões. Fiquei então esperando o lançamento certo. Primeiro veio Coraline e num sei quem lá, filme infantil, e achei sensato esperar. Até que veio, Dia dos Namorados Macabro, que estreou, diga-se de passagem, numa sexta-feira 13.

E daí? Bem, o filme é bem parecido com aquele que eternizou a figura de Jason, o assassino frio e sem motivo. Tem até uma hora, no início, quando o monstro em questão já matou uns 10 e fica de costas, um jovem infeliz, sem saber o que está acontecendo, se aproxima da silhueta no fim do túnel e diz: “Jason, é você?

Antes fosse, pois iria salvar este filme, pelo menos, da acusação de falta de originalidade. Ouvi dizer que se trata de uma refilmagem mas não acredito que a original consiga ser melhor, ou menos pior, em qualquer aspecto.

Mas não é que o filme seja ruim, afinal de contas acredito que, após os 200 Hora do Pesadelo e 1500 Sexta-Feira 13, ninguém mais espera um filme de terror deste nível com qualquer grau de novidade. O filme se limita a pegar clichês consagrados, requentar e adaptar aos dias atuais. Com isso, é um festival de cenas dignas de risada e outras que até conseguem prender um pouco a respiração.

Cenas clássicas
1) Pessoas correndo desesperadamente e o monstro seguindo sem pressa, com a certeza assassina única de que não adianta correr, eu pegarei você.
2) Na mesma cena da pessoa correndo, obviamente, ela tropeça e perde a vantagem para o monstro.
3) Mortes violentas, criativas, bizarras, absurdas e que jorram sangue para todos os lados (destaque pro 3D aqui)
4) Grupo de adolescentes, bêbados, namorados enrascados
5) Mulheres lindas, bonitas e maravilhosas
6) Loira pelada que morre de forma cruel (neste ponto o filme superou os outros pois a nudez em questão não se limitou a peitinhos de fora hehe)
7) Com muito sufoco o perseguido consegue chegar ao carro mas infelizmente, por obra de Deus ou de Murphy, este não liga e fica naquela murrinha (pra pegar) até o último segundo. – Esta cena faltou! Não podia ter faltado! Quem sabe no “2”?

Resumindo, como já era de se esperar, não assista o filme pela história, assista pelos efeitos porque estes sim valem a pena. O óculos não é aquela aberração azul e vermelho e sim um elegante modelo rígido de lentes escuras que (infelizmente) deve ser devolvido no final da sessão.

3d

Todo o filme é em 3D. Desde os créditos iniciais (e finais) até o arremesso de pedaços de corpo, jatos de sangue e ameaça com armas. Em alguns pontos o efeito se limita a ampliar a profundidade da cena mas em outros porém o resultado é maravilhoso. Por duas vezes eu me abaixei e levei a mão ao rosto para me proteger de objetos lançados contra a tela e além disso, certa vez, quando o xerife aponta sua espingarda, quase esticamos a mão para tocá-la, ele então dá uma risadinha como quem diz: “curtiu o efeito né?

Experiência legal e vale a pena. Deixaram brecha para continuação. A história não é das piores mas, não fosse o 3D, Jason e Freddy deveriam juntar forças novamente para tomar por bem (ou por mal) um filão que lhes pertence.

Tags: , , , , , , , , , ,

2 Respostas to “Cinema – Dia dos Namorados Macabro (3D)”

  1. Flávia Campos Says:

    Gostou da mulheres maravilhosas… e da loirinha pelada ne?!!!
    Beleza!!!!!

  2. Flávia Campos Says:

    Bom o filme é legalzinho sim… e os efeitos são bem convincentes.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: