Meio-Passe

by

em

Outro dia eu estava dentro de um ônibus e o trânsito estava muito agarrado, tudo parado. Descobrimos por fim que uma manifestação de estudantes havia fechado uma avenida para fazer passeata. As pessoas dentro do ônibus, em sua maioria, começaram a criticar os estudantes falando que eles deveriam ir trabalhar, que estudante só quer festa e coisas do gênero.

Muito fácil compreender esta visão, é só ver depois, no jornal, qual foi a cobertura da mídia.

Certa vez, no CEFET, saímos andando por toda Av. Amazonas até chegar a Praça Sete, junto com os Grêmios de outras escolas reinvidicando o meio-passe no transporte público coletivo para estudantes da capital. A passeata foi pacífica e um sucesso. Com os panfletos distribuídos às pessoas e nas reuniões preliminares descobri várias coisas interessantes dentre elas o fato de Belo Horizonte ser (na época) a ÚNICA capital brasileira que os estudantes não tem qualquer ajuda no quesito transporte público. Em algumas cidades eles pagam meia tarifa, em outras não pagam nada.

Além disso descobri que o transporte de ônibus em BH é uma máfia riquíssima comandada por 7 famílias que há décadas exploram esse filão público bilionário, sem chance para concorrência ou novas empresas, são sempre as 7 famílias.

Você acha que saiu uma única palavra a respeito disso no jornal? NÃO! Cheguei em casa e fui ver o resultado da manifestação. Era entrevista com motoristas atrasados, fulos da vida, donas de casa, policiais e até uma ambulância que tentava passar e não conseguia devido ao tumulto gerado pela passeata.

Assistindo a reportagem até eu pensei ‘que bando de gente a toa, fechando a rua enquanto tem gente morrendo na ambulância‘. A verdade é que para mudar alguma coisa, uma vez que a luta armada não é mais tolerada, o protesto virou a única opção. Protesto e conscientização. O problema é que a mídia tem um domínio muito maior sobre o inconsciente das pessoas e eles mostram a briga como for conveniente para eles.

Ontem, em mais um capítulo da eterna luta do meio-passe em BH, os estudantes fecharam o centro de Belo Horizonte e o que saiu no jornal?

Do Estado de Minas:

“Em defesa da ampliação do meio-passe, cerca de 300 jovens fecham cruzamento das avenidas Afonso Pena e Amazonas e tumultuam trânsito na região, com reflexo em vários bairros. Cinco estudantes foram detidos.”

“Bloqueio: pouco depois, o cruzamento das avenidas afonso pena e amazonas ficou totalmente tomado. o tráfego foi desviado, o que não evitou o caos em uma grande área”

“Foi a terceira manifestação dos estudantes este ano em BH, sempre causando um verdadeiro caos no trânsito.”

“Fiscais da BHTrans tiveram que desviar o trânsito em vários pontos da cidade, mas não evitaram os longos engarrafamentos. Muita gente se atrasou para o trabalho, pois os ônibus foram desviados dos pontos de embarque.”

“Os militares desceram do micro-ônibus com cassetetes, sprays de pimenta e escudos.”

Tags: , , , , , , , ,

2 Respostas to “Meio-Passe”

  1. Flávia Campos Says:

    éeeeeee DUREZA, ne?!!

    Enquanto a sociedade fecha os olhos para essa situação, o povão continua pagando um preço cada dia mais absurdo e as famílias só engordando os seus cofrinhos.

  2. Maria Luiza Says:

    Bicho, achei muito doido o que vc falou. Fui uma das organizadoras da manifestação. É bem isso aew que vc escreveu, a impressa mete o pau e a população não entende que é um benefício pra ela, pra nós.
    Bacana, vamos trocar mais idéias. A luta só começou, BH vai parar se necessário.
    bjos, tem meu e-mail ai.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: