Música – 15 anos de Da Lama ao Caos

by

chico

Foi por pouco, mas por muito pouco mesmo, que eu não fico de fora da festa de comemoração aos 15 anos do lançamento do cd Da Lama Ao Caos. Não fosse o despretencioso comentário do ´Véi´, como quem sugere uma ingênua opção de lazer, o show teria passado incólume.

Em 1994, em Recife,  quando Chico Science reuniu a Nação Zumbi e lançou o seu primeiro CD, ninguém imaginava que a mistura de rock com maracatu iria ganhar o Brasil e fazer sucesso lá fora a ponto do disco, hoje, ser considerado um divisor de águas na música brasileira e, talvez, o último grande movimento musical, a exemplo da Tropicália, o Mangue-Bit.

Liderado por Chico Science e Fred 04 (do Mundo Livre SA) o movimento fez sucesso primeiro lá fora, depois no Brasil. E historicamente, Da Lama Ao Caos acabou sendo considerado o marco zero da empreitada.

O show (que já havia passado por BH ao celebrar os 10 anos, e eu perdi) consiste na execução total do CD, de cabo a rabo, e sendo a obra prima que é garante a insuperável qualidade do entretenimento da noite. Tivemos também as participações de Otto (sim, o marido da Alessandra Negrini) e do Fred 04.

O repertório da noite contou ainda com Manguetown, Cidadão do Mundo (do Afrociberdelia), Bossa Nostra e fechou com chave de ouro no primeiro clássico da era pós-Chico, Quando A Maré Encher.

Para mim, que acompanho a banda desde 96 e já assisti a mais de 10 apresentações do grupo, nenhuma música chegou a ser novidade mas é claro que o clima esquenta quando clássicos como Banditismo por Pura Maldade, A Cidade, Praieira, Maracatu de Tiro Certeiro (perfeita!), Computadores Fazem Arte, Samba Macosa, Risoflora, Coco Dub e aquela que da nome ao disco, Da Lama ao Caos, são tocadas. Ainda assim, a faixa que talvez tenha mais me emocionado foi uma que é originalmente instrumental e cantada no disco CSNZ (ao vivo) por Chico Science: Lixo do Mangue (aqui cantada por Gilmar Bola8)

Pois bem, enquanto a obra não for superada, seguimos celebrando o último momento genial da música brasileira, e que venham os 20 anos com a Nação a todo vapor hipnotizando e zumbiando a platéia sedenta por música boa.

Pout-Pourri no disco ao vivo CSNZ com a versão de Lixo do Mangue cantada por Gilmar Bola 8 no melhor momento da noite.

Tags: , , , , , , ,

Uma resposta to “Música – 15 anos de Da Lama ao Caos”

  1. Flávia Campos Says:

    Showzinho bom demais!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: