Posts Tagged ‘carnaval’

Fora d´Água

abril 15, 2009

alien

Saindo do cinema resolvemos tomar uma gelada para refrescar as idéias e discutir alguns pontos do filme. Chegando ao local escolhido percebemos um pequeno grupo de pessoas em pé disputando um ângulo para assistir alguma coisa num gigantesco aparelho de televisão.

O que causaria tal comoção?

-Boletim informando a morte de alguma celebridade?

-Alguma tragédia natural?

-Acidente aéreo?

-Anúncio de pacote econômico?

-Votações na câmara?

-Pronunciamento do Presidente?

-Sorteio da Mega-Sena?

-Boletim alertando invasão alienígena com instruções de sobrevivência?

Não. Era Cruzeiro x Ituiutaba. Merda!

Pois bem, sentei de costas para televisão quando de repente: GOL! Gooooooolll!! – Olhei para trás e vi meia dúzia de pessoas de pé, se abraçando, comemorando e na televisão: tudo vermelho!

Uai! Não foi gol do Cruzeiro? Não. E o Ituiutaba tem torcedores aqui? Também não. Eram atleticanos de plantão. Tudo bem.

Retomamos o assunto, pedimos mais uma e continuamos a vida. Não mais que de repente, quando penso que não, uma voz solitária e estridente se ergue do silêncio e anuncia outro gol. Era alguém ouvindo pelo rádio. Milisegundos depois as imagens da televisão confirmam o prenúncio do grito e o bar explodiu como uma panela de pressão: BUM!!!

Cataclismo, desordem, caos, supernova, carnaval.

Todos se levantaram e com as mãos para cima comemoraram.

Lágrimas, abraços, euforia.

Carros passando na rua abrem as janelas e soltam o grito de gol acompanhado de irritante buzina. O sinal aberto é ignorado. O garçom esquece o pedido, solta a bandeja. Críticos fixam o olhar atento  no replay e começam a analisar os movimentos. O grupo opositor é intimidado e ridicularizado.

Aos poucos a paz vai se restabelecendo e tudo tomando seu rumo. Até que novas ogivas fossem liberadas. A cena, se repetiu mais 3 vezes.

Ainda de costas:

-Garçom! A conta por favor.

Anúncios

Carnaval e Diamantina

fevereiro 20, 2009

diamantina

Eu gosto do Carnaval. Independente de estar indo para gandaia ou não, eu acho que é uma festa bonita e deveria ser aproveitada por todos, cada um curtindo a sua onda, a sua brincadeira, a sua festa.

De um tempo pra cá, ou sempre foi assim?, as coisas mudaram um pouco, o Axé dominou e agora divide lugar com o funk que vai ganhando espaço. As ruas viraram puteiros, ou sempre foi assim?, e a galera só quer saber de ficar, ficar, ficar e trepar.

Cadê aquela inocência de ir pra rua fantasiado, tomando uma cervejinha e levando os meninos pra pular carnaval? Os homens vestidos de mulher, bêbados, e as mulheres vestidas de homem, bêbadas. Um lança-perfume no ar colore a brincadeira enquanto todos seguem a bandinha animada pela bateria e a algazarra das marchinhas.

É, isso se perdeu. Mas ainda assim é bom. Só dou um conselho, fique longe da televisão. Principalmente se não morar em São Paulo ou no Rio de Janeiro. As ‘teles’ desenham aqueeeela festa maravilhosa, aquele circo cheio de palhaço desfilando e você, espertão em casa, lá assistindo. No meio dos desfiles vemos os artistas se divertindo nos camarotes caríssimos e com modelos semi-nuas, e você, em casa assistindo. Então, desligue o aparelho.

Você sabia que tem gente que paga pra desfilar? Ah, faça-me o favor! Pior, quase todos que estão ali pagaram. Vai gostar de aparecer lá longe. Na minha opinião o melhor carnaval de Minas (e se bobear do Brasil) é em Diamantina. A cada ano, no rítmo exato do inverso da fama, a qualidade vai caindo mas, ainda hoje, é bom.

Lá temos um carnaval democrático, apesar do funk ser ouvido em qualquer ponto da cidade (Q-U-A-L-Q-U-E-R-!) e tem festa pra todos. Tem até uns barzinhos que tocam rock! Mas não vá pra lá com essa cabeça. Vá com clima de festa. 24hrs de festa. E não é festa de bacana desfilando e o povo aplaudindo não, é o povo fazendo festa pro povo. É gente cuidando de gente. Liberte-se dos horários! Quer dormir de tarde e sair de casa 3 hrs da manha? Faça! Quer dormir às 3 e sair de casa meio dia? Faça! Não importa! Qualquer horário que for é isso mesmo. E além do mais, se for de turma, rola sempre aquele churrasquinho em casa então, se for pra descansar, descanse fazendo churrasco.

Agora não deixe de ver a Bartucada. É uma experiência marcante (quem conhece provavelmente já cansou, mas é marcante). Eles são tão talentosos e inovadores que se dividiram em duas bandas, a outra se chama Bat-Caverna.

O fato é que a Bartucada abusou da fórmula e perdeu o brilho, cansou, encheu o saco. Enquanto isso, para ganhar espaço, a Bat-Caverna foi se esforçando e re-inventando de tal forma que hoje o show é bem melhor. E aquela parada do Batman descer do telhado num cabo de aço e cair no palco? Sensacional!!!

Na verdade, a história da Bartucada é linda e sua existência beira os 40 anos de folia, sempre em Diamantina. Rola uns ‘causos’ de que os Bailes de Carnaval na cidade, na época, eram muito caros então, alguns amigos sentaram no bar da esquina e começaram a beber cerveja e tocar tambor. O trem deu tão certo que hoje são a maior atração da cidade e garantem o melhor carnaval de Minas.

Mesmo assim este ano não vou pra lá, vou respirar outros ares, ver outras paisagens e curtir outros sabores. A tolerância com o funk chegou no limite, do intolerável, então achei sensato buscar um abrigo nuclear em Piúma! O que? E lá não vai ter punk? ops, perdão, funk? Vai… vai… Mas pelo menos a outra metade que acompanha o pacote-desgraça não vai estar presente, os cariocas!

Resumindo, faça o que quiseres pois é tudo da lei, no carnaval pooode… e se beber, não dirija, se dirigir, respeite as leis, se viajar, juízo e se for ficar….. boa sorte.